Author: Alexandre Neves

Empresa Simples de Crédito: compreenda esta nova estrutura passo-a-passo

Empresa Simples de Crédito: compreenda esta nova estrutura passo-a-passo

Veja um resumo passo-a-passo sobre as novas ESC – Empresas Simples de Crédito

Continue a ler

Duplicata digital: o que muda em nosso mercado com a lei 13.775/2018

Apesar de não ser exatamente uma novidade, já existem outros títulos de crédito digitais, a lei 13.775/2018 define finalmente os direitos creditórios adquiridos, descontados ou dados como garantia para instituições financeiras (inclusive duplicatas) como ativos financeiros.

Continue a ler

Empresa Simples de Crédito: Uma ameaça à hegemonia bancária

Empresa Simples de Crédito: Uma ameaça à hegemonia bancária

Sancionada em abril de 2019, a Empresa Simples de Crédito é ferramenta de desintermediação financeira.

Continue a ler

ESC – Empresa Simples de Crédito: entenda um pouco a nova modalidade

ESC – Empresa Simples de Crédito: entenda um pouco a nova modalidade

Projeto de Lei que trata da ESC – Empresa Simples de Crédito, já foi aprovado pelo Legislativo e agora encontra-se agora no Executivo, para a assinatura do Presidente.

Com o objetivo claro que pulverizar o crédito dentro da comunidades, tendo com consequência a redução da concentração bancária e as taxas finais praticadas, o modelo empresário é fruto da idealização do Presidente do SEBRAE Afif Domingos, grande defensor do modelo.

Continue a ler

Fiscalização em PLD/FT deve recrudescer – veja como devem ser os treinamentos

Fiscalização em PLD/FT deve recrudescer – veja como devem ser os treinamentos

O COAF, Conselho de Controle de Atividades Financeiras, desde o ano de 2015, de acordo com os seus Relatórios de Atividades, divulgados anualmente, tem dado indícios fortes do recrudescimento da fiscalização. Ocorre que as chamadas “pessoas obrigadas”, ou seja, pessoas físicas e jurídicas cujas atividades desenvolvidas sejam mais propícias a serem usadas para a lavagem […]

Continue a ler

Com a aprovação do BACEN, qual a implicação da regulação das Fintechs para com o nosso setor?

Com a aprovação do BACEN, qual a implicação da regulação das Fintechs para com o nosso setor?

“a concessão de crédito deixa de ter o feeling (que por um lado é muito bom), e passa a ser gerida por sistemas de gestão de crédito, considerando que a SCD deve selecionar potenciais clientes com base em critérios consistentes, verificáveis e transparentes”

Continue a ler

Estruturar uma Fintech ficou mais fácil após a Circular 3.898 Bacen

Estruturar uma Fintech ficou mais fácil após a Circular 3.898 Bacen

Conforme havíamos previsto, o Bacen deu o caminho para a estruturação das novas modalidades de Instituições Financeiras (SCD e SEP)

Continue a ler

Bacen divulga regulação das Fintechs (SCD e SEP) e permite a aquisição de recebíveis em plataforma eletrônica. Comentários – Parte I

Publicada na data de ontem, a Res 4.656/2018 dispõe sobre a Sociedade de Crédito Direto e Sociedade de Empréstimo entre Pessoas, duas novas Instituições Financeiras que existirão somente em ambiente digital (plataforma). Faremos uma explanação em 4 partes, para que não fique por demais longo o texto, falando primeiro sobre a Sociedade de Crédito Direito. […]

Continue a ler

Quantos tipos de securitização existem, e qual é a nossa modalidade?

A atividade de securitização no Brasil compreende 4 modalidades, a saber: 1.Companhias Securitizadoras de Créditos Financeiros: Objeto exclusivo: aquisição e securitização de créditos financeiros: no art. 1º da Resolução BACEN nº 2.686 – 26/01/2000, quais sejam: “créditos oriundos de operações praticadas por bancos, sociedades de crédito financiamento e investimento, associações de poupança e empréstimo e […]

Continue a ler

Dia 26 o CMN promete a regulação das fintechs SCD e SEP. E de depois, o que acontece?

Dia 26 o CMN promete a regulação das fintechs SCD e SEP. E de depois, o que acontece?

A promessa veiculada é que o Conselho Monetário Nacional irá publicar a regulação sobre as fintechs Sociedade de Crédito Direito e a Sociedade de Empréstimo entre Pessoas. Pois bem, no dia seguinte já poderemos encaminhar Sumários Executivos?

Continue a ler